Emprego e renda

JHC exalta cerco à burocracia que atraiu 70 mil empresas para Maceió

Prefeito destaca 2,7 mil empregos criados em quatro meses de 2024 e a abertura desburocratizada de milhares de empresas em 3 anos e meio

acessibilidade:
Operário cumprimenta o prefeito JHC, durante inauguração de supermercado, em Maceió (Foto: Itawi Albuquerque)

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o “JHC” (PL), ressaltou a criação de 2,7 mil empregos nos primeiros quatro meses deste ao de 2024, como parte do resultado da aposta de sua gestão na desburocratização que atraiu quase 70 mil novas empresas para a capital alagoana, desde 2021. O gestor que disputará a reeleição em outubro atribui o desempenho do desenvolvimento de Maceió na criação de postos de trabalho com carteira assinada às ações de sua administração contra a burocracia.

“Maceió caminha na direção do desenvolvimento. Só nos primeiros quatro meses deste ano geramos em Maceió mais de 2,7 mil novos empregos e, com isso, Maceió tem uma das menores taxas de desemprego do Brasil”, destaca JHC.

Dados oficiais expõem resultados desta política do prefeito JHC, a exemplo dos registros da Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz) que quase 10 mil empresas foram abertas dos mais diversos portes, somente neste ano.

Além disso, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que coloca Maceió como a terceira capital da região Nordeste na abertura de postos de trabalho, com população em torno de 1 milhão de habitantes. Dados desta semana mostram que, somente em abril de 2024, foram criadas 1.355 novas vagas em Maceió, acumulando um total de 2.763 empregos formalizados no primeiro quadrimestre do ano.

“Isso é reflexo de muito empenho e trabalho para atrair novos negócios, para gerar obras públicas que contratam mão de obra e para trazer mais turistas, que geram milhares de oportunidades. De cada 10 empregos em Alagoas, 6 estão em Maceió. Ou seja, 60% de todos os empregos do Estado estão aqui na capital”, ressalta o prefeito.

Parte das estratégias de desburocratização adotada pela gestão de JHC é proceder a análise eficiente e a simplificação de processos para emissão de alvará de localização e funcionamento das empresas. Tal articulação gerou quase 6,5 mil destes documentos essenciais para o início das operações comerciais, de 2021 a maio de 2024. Papel que o prefeito destaca como crucial na geração de empregos.