'Governo da desconfiança'

Ciro: Quanto mais o Brasil convive com Lula, mais acorda e rejeita

Senador cita derrocada da popularidade do presidente petista, registrada em pesquisas de avaliação de seu governo

acessibilidade:
Senador Ciro Nogueira (PP-PI) expõe queda de popularidade do governo petista de Lula (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira (PP-PI), classificou o terceiro mandato de Lula (PT) como o “governo da desconfiança’, ao expor dados de uma das três pesquisas que registraram, na semana passada, quedas de popularidade, confiança e aprovação do petista, diante dos brasileiro.

“Quanto mais o Brasil convive com Lula e se lembra de como é o Lula real, mais o Brasil acorda e rejeita”, concluiu Ciro, em seu perfil da rede social X.

O ex-ministro da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro (PL) citou que a pesquisa do IPEC, mostrou, na sexta-feira (8), que os brasileiros que não confiam no trabalho do presidente Lula só aumentam, partindo de 43%, em março de 2023, para os atuais 51%. Enquanto os que confiam na gestão do petista só diminuem saindo de 53% para 45%, em um ano.

“É o governo da desconfiança: quanto mais o tempo passar, maior será o ‘não confia'”, concluiu Ciro.

Derrocada

Além do IPEC, números da Genial/Quaest e da AtlasIntel também registraram queda da avaliação de Lula, na semana passada.

Na AtlasIntel, a avaliação “boa” ou “ótima” do governo Lula caiu de 42%, em janeiro passado, para 38%. Enquanto as avaliações “ruim” ou “péssimo” subiram de 39% para 41%.

Já na pesquisa Genial/Quaest, a avaliação geral do governo Lula caiu de 36% para 35%, entre os que consideram positiva a gestão; e subiu de 29% para 34% entre os entrevistados que avaliam como uma administração negativa, entre dezembro de 2023 e este mês de março de 2024.

Reportar Erro