Tendência de polarização

Boulos e Nunes empatam para prefeito de São Paulo, diz Datafolha

Deputado do PSOL tem leve vantagem de um ponto percentual sobre prefeito do MDB que busca reeleição

acessibilidade:
Guilherme Boulos (PSOL) e Ricardo Nunes (MDB) polarizam corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo (Fotos: Reprodução Facebook)

Os números da pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (11) indicam uma disputa acirrada para a Prefeitura de São Paulo, com empate técnico entre o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) e o prefeito e pré-candidato à reeleição Ricardo Nunes (MDB).

O parlamentar apoiado pelo presidente Lula (PT) tem vantagem de apenas um ponto percentual, ao pontuar 30% das intenções de voto. Enquanto o prefeito que tem apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 29%, mesmo com a melhora da aprovação de sua gestão, que subiu de 12%, em abril de 2022, para os atuais 29%.

O levantamento registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo SP-08862/2024 ouviu 1.090 eleitores entre quinta (7) e sexta-feira (8). E tem margem de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Direita e esquerda duelam

Os números do primeiro cenário da pesquisa estimulada do Datafolha confirmam a tendência de polarização entre os afilhados políticos dos principais rivais da política nacional. Tanto que mais de 21 pontos percentuais separam os líderes da disputa da terceira colocada, a deputada federal Tabata Amaral (PSB), que pontuou 8%, no primeiro cenário, seguida de Marina Helena (Novo), com 7%, por Kim Kataguiri (União), com 4%, e por Altino (PSTU), com 2%.

Os demais cenários também reproduzem o empate técnico da disputa entre Boulos e Nunes. Com o 2º cenário, sem Kataguiri, reproduzindo os percentuais dos líderes da disputa, com Tabata crescendo um ponto e Altino caindo um.

Enquanto que o 3º cenário, sem Kataguiri e Tabata, traz Boulos e Nunes empatados com 33%, Maria Helena com 7% e Altino com 1%.

 

Reportar Erro