Comida como prioridade

Correios suspendem coleta de roupas para o Rio Grande do Sul

A empresa prioriza doações de alimentos, água e rações, pois 70% de todos os itens que chegam no RS são itens de vestuário

acessibilidade:
Cerca de 11 mil toneladas de doações foram recebidas pelos Correios. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil).

Os Correios suspenderam nesta quinta-feira (16) o recebimento de roupas como doações para o Rio Grande do Sul.

Após consulta à Defesa Civil do estado, a empresa pede prioridade para doações dos seguintes itens:

  • Água (prioritário),
  • Alimentos da cesta básica,
  • Produtos de higiene pessoal,
  • Material de limpeza seco,
  • Ração para pet.

Os Correios recebe as doações em todas as agências para as vítimas das enchentes. São mais de 10 mil unidades dos Correios, em todos os estados e no Distrito Federal.

Segundo a empresa, 70% de todos os itens que chegaram são roupas, sapatos e outras peças de vestuário. O que motivou a suspensão de recebimentos dos itens.

Até a quarta-feira (15), cerca de 11 mil toneladas de doações tinham sido recebidas pelos Correios. Desse total, cerca de 3 mil toneladas já foram entregues à Defesa Civil, em Porto Alegre.

Apesar de não ser uma exigência para o transporte, a empresa recomenda que o doador embale e identifique o tipo de material.

 

 

Reportar Erro