Medidas protentivas

Congresso Nacional vai suspender visitações por causa do coronavírus

Também serão suspensas sessões especiais e autorização para viagens internacionais de senadores e servidores

acessibilidade:
Congresso Nacional. Foto: Pedro França/Agência Senado

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados anunciaram nesta quarta-feira, 11, uma série de medidas de combate ao coronavírus no Congresso Nacional. Uma das determinações é a suspensão das visitações públicas nas dependências do Legislativo devido a pandemia de coronavírus.

As sessões especiais, reuniões que reúnem deputados e senadores para homenagens, também ficam suspensas. Até o momento, as sessões de votação em plenário e em comissões estão mantidas.

Também serão suspensas as autorizações para viagens internacionais dos parlamentares e servidores. Os que já fizeram viagens recentes ao exterior recentemente receberão um comunicado com orientações.

Mais cedo, ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Alcolumbre anunciou que a circulação e a presença dentro do Parlamento, a partir da próxima semana, seriam restringidas.

“Prevenção é muito importante. Aqui circulam muitas pessoas, de todas as regiões. É importante que a Câmara possa restringir acesso, reduzir o número de audiências, restringir presença nos plenários a poucos assessores, quase que exclusivamente aos próprios parlamentares”, afirmou o presidente da Câmara.

O Brasil já soma 52 casos confirmados do novo coronavírus, segundo dados de plataforma do Ministério da Saúde.

Uma análise do Instituto Pensi, centro de pesquisa clínica em pediatria do Hospital Infantil Sabará, apontou que, a partir do momento em que o Brasil tiver 50 casos confirmados de coronavírus, o país poderá chegar a mais de 4.000 casos em 15 dias e cerca de 30 mil casos em 21 dias.​ (Com informações da Folhapress)

Reportar Erro