Mais Lidas

Polêmica

Cidadão se revolta e faz queixa no MP contra motos do Detran

Reclamação tem como base a crise financeira que afeta o GDF

acessibilidade:

Após um dia do anúncio da compra de 14 motos BMW F800 GS, no valor de R$ 648,536 pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN-DF) a polêmica continua.

Em relação a isso, um morador do Distrito Federal se sentiu lesado e protocolou denúncia no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A reclamação tem como base a crise financeira que afeta o GDF e compromete as necessidades básicas da população, como a falta de medicamentos essenciais na rede pública.

Em entrevista a rádio Band News, o diretor geral do DETRAN, Jaime Amorim defendeu a compra das motocicletas, alegando que o órgão é uma autarquia onde uma das fontes de receitas é o pagamento de multas e que de acordo com a legislação, esse dinheiro deve ser utilizado para a compra de equipamentos, como o caso das motocicletas.

Amorim ressaltou que a dinheiro é destinado também em engenharia, fiscalização e educação de trânsito, não podendo ser empregado na compra de medicamentos, por exemplo.

O pregão realizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Paraíba também vai beneficiar a PRF do Distrito Federal, das 300 motocicletas adquiridas, sete vão ser entregues  no 1º Distrito de Polícia Rodoviária do DF.