Letalidade é de 4,4%

Brasil tem 553 mortes por covid-19 e 12 mil casos confirmados

Número de mortes é 13% maior que o anunciado ontem (486)

acessibilidade:
O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, e o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

O Brasil chegou a 553 mortes em razão da pandemia do novo coronavírus, segundo atualização divulgada nest asegunda-feira (6) pelo Ministério da Saúde. O número representa um aumento de 13% em relação a ontem, quando foram registrados 486 óbitos.

São Paulo segue como epicentro da pandemia com mais da metade dos falecimentos de todo o país (304). O estado é seguido por Rio de Janeiro (71), Pernambuco (30), Ceará (29) e Amazonas (19).

Além disso, foram registradas mortes no Paraná (11), Distrito Federal (10), Santa Catarina (10), Minas Gerais (9), Rio Grande do Norte (7), Rio Grande do Sul (7), Espírito Santo (6), Goiás (5), Paraíba (4), Sergipe (4), Piauí (4), Pará (3), Maranhão (2), Alagoas (2), Rondônia (1), Roraima (1), Mato Grosso (1) e Mato Grosso do Sul (1).

Já o número de casos passou a casa dos 12 mil (12.056). O número marca um crescimento de 8% em relação a ontem, quando o balanço do Ministério da Saúde marcou 11.130. A taxa de letalidade do país ficou em 4,4%.

São Paulo também segue com o maior número de casos confirmados (4.866). Em seguida vêm o Rio de Janeiro (1.461 casos) e o Ceará (1.013).

O Ministério da Saúde tem informado que o número real de casos tende a ser maior, já que são testados apenas os casos graves, de pacientes internados em hospitais, e há casos represados à espera de confirmação.

Equipes de atenção básica em várias cidades e estados afirmam que a subnotificação ao Ministério da Saúde de casos suspeitos tem sido gigantesca. Dizem ainda que, sem uma portaria específica do ministério, médicos têm se guiado por notas técnicas locais com orientações distintas.