Patético

Artistas pressionam Lula por rompimento com Israel

São 44 signatários chamando o Estado israelense de genocida

acessibilidade:
O ator Wagner Moura é um dos signatários. (Foto: redes sociais)

Wagner Moura, Gilberto Gil, Chico Buarque e outros artistas e ‘intelectuais’, escreveram carta ao presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, para pressionar pelo fim das relações diplomáticas e comerciais entre Brasil e Israel.

Os signatários elogiam Lula pela postura que escancarou ao mundo a vexatória crise diplomática com a nação amiga de Israel, em virtude de declarações do chefe do Executivo, e elogiam o presidente por acenar favoravelmente ao Estado da Palestina.

A carta expõe que a posição pró-terrorismo e contra a resistência de Israel, está além do partidarismo e ganha ramificações na cultura brasileira, influenciada por preceitos de esquerda.

Os apoiadores do manifesto contra Israel afirma estar convictos de que é hora do Brasil se unir a outras nações no rompimento das relações com com o povo judeu, classificando o Estado israelense como autor de um genocídio.

A seguir, a lista completa: Amanda Harumy, Anita Leocadia Prestes, Antônio Carlos de Almeida Castro, Arlene Clemesha, Berenice Bento, Breno Altman, Bruno Huberman, Carol Proner, Cézar Brito, Chico Buarque, Eleonora Menicucci de Oliveira, Emicida, Eugênio Aragão, Francirosy Campos Barbosa, Gilberto Gil, Heloísa Vilela, Jamal Suleiman, Jessé Souza, João Pedro Stédile, Jones Manoel, José de Abreu, José Dirceu, José Genoíno, Juliana Neuenschwander, Juarez Tavares, Kenarik Boujikian, Larissa Ramina, Luiz Carlos Bresser-Pereira, Luiz Carlos da Rocha, Manoel Caetano Ferreira Filho, Manuella Mirella, Margarida Lacombe, Marly Vianna, Milton Hatoum, Nathalia Urban, Ney Strozake, Paulo Borba Casella, Paulo Nogueira Batista Jr., Paulo Sérgio Pinheiro, Paulo Vannuchi, Pedro Serrano, Reginaldo Nasser, Salem Nasser e Ualid Rabah.

Reportar Erro