Mais Lidas

48% da capital sem luz

Apagão deixa quase metade do DF sem energia elétrica

ONS pediu que a carga de energia ao DF fosse reduzida após pane

acessibilidade:

Mesmo sem qualquer sinal de chuva, os brasilienses enfrentaram um apagão na tarde desta sexta-feira (18). O motivo teria sido um pedido feito pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para que a carga de energia ao DF fosse reduzida. Houve uma pane elétrica causada por um problema no Sistema Interligado Nacional de Furnas. No total, 48% do DF estava sem luz por volta das 16h.

Vários pontos da cidade ficaram completamente sem energia enquanto outros sofreram picos de energia. Sem luz ficaram: Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Lago Sul, Jardim Botânico, Setor Comercial Norte, Lago Norte e Guará. Os outros pontos com picos de energia foram na região central (asas Sul e Norte), parte do Lago Norte, Águas Claras, Taguatinga e Sudoeste.

O caos chegou ao trânsito, com semáforos desligados. No Metrô-DF, os trens pararam e as estações precisaram ficar fechadas por quase uma hora. A pane pode ter sido causada por uma queimada, que acabou atingindo uma linha de transmissão em Samambaia.

Problemas recorrentes

Em Brasília, basta ventar para acabar a luz. A frase é muito usada pelos moradores da capital federal. Em março deste ano, a ANEEL divulgou um ranking de qualidade de serviços nas distribuidoras de energia. De 36 distribuidoras, a CEB ficou em 30º lugar, comprovando o que a população já sabia.

Reajuste

Apesar do serviço de qualidade duvidosa, os contribuintes passaram por dois reajustes este ano. Em março, o aumento foi de 24,1%. E em agosto, outros 18,26%. O motivo, segundo o GDF, é a “continuidade do investimento em melhorias no serviço oferecido à população”.