Mais Lidas

Fique ligado

Anatel começa a bloquear celulares piratas nesta quarta-feira

Os usuários receberão mensagens com alerta de que o IMEI é irregular

acessibilidade:
O 5G, em sua máxima potência, deverá oferecer altíssimas velocidades de internet. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Os celulares irregulares começam a ser bloqueados a partir desta quarta-feira (9), no Distrito Federal e no estado de Goiás. De acordo com a Anatel, objetivo é coibir o uso de celulares não certificados, clonados, com IMEI adulterado, ou que funcionem por outra forma de fraude.

A medida atende a decisão do Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que determinou em novembro de 2017, o bloqueio dos aparelhos irregulares habilitados a partir de 22 de fevereiro de 2018.

Segundo a Anatel, os usuários que já têm aparelhos móveis irregulares habilitados não serão desconectados, caso não alterem o número. A estimativa da agência é de que 1 milhão de novos aparelhos irregulares entrem nas redes das prestadoras mensalmente.

Usuários receberão a seguinte mensagem: “Operadora avisa: Este celular IMEI XXXXXXX [número do IMEI] é irregular e deixará de funcionar nas redes celulares”.

Para saber se o número de IMEI é legal, basta discar *#06#. Se a numeração coincidir com o que aparece na caixa, o aparelho é regular. Caso contrário, há uma grande chance de o aparelho ser irregular. A estimativa é de que um milhão de novos aparelhos irregulares entrem nas redes das prestadoras mensalmente.

Celulares comprados no exterior

Os celulares comprados no exterior vão continuar funcionando, desde que sejam certificados por organismos estrangeiros de certificação equivalentes à agência reguladora. Não serão apontados como irregulares, os equipamentos adquiridos por particulares no exterior que, apesar de ainda não certificados no Brasil, tenham por origem fabricantes legítimos. (Com informações da ABr)