Campanha no Sertão

TRE questiona uso de helicóptero da SSP em ato eleitoral de govenador de Alagoas

Paulo Dantas viajou para o Sertão de Alagoas na aeronave para evento eleitoral com aliados

acessibilidade:
Governador Paulo Dantas chegou ao Sertão para ato de campanha à reeleição em helicóptero da SSP de Alagoas. Fotos: Redes Sociais

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) questionou o Governo de Alagoas sobre a utilização do helicóptero da Secretaria da Segurança Pública (SSP) em ato eleitoral de govenador-tampão Paulo Dantas (MDB), em evento de apoio à sua reeleição, no Sertão de Alagoas. A decisão do desembargador Felini de Oliveira Wanderley dá andamento à representação da coligação do senador Rodrigo Cunha (UB-AL), que disputa a sucessão de Dantas e pediu a cassação da chapa do governador.

O desembargador determinou que SSP de Alagoas forneça à Justiça Eleitoral o registro do voo, o diário de bordo, as requisições para o uso do helicóptero e os nomes dos pilotos que levaram o governador ao evento, em 06 de agosto, no município de Mata Grande. E o Governo de Alagoas disse e enviará à Justiça todas as informações pedidas na decisão liminar.

A ação da coligação de Rodrigo Cunha foi impetrada no dia 23 de agosto, e também pede pagamento de multa que varia de 5 mil a 10 mil UFIRs. E relata o desembarque de Paulo Dantas no município sertanejo, ao lado de correligionários, para participarem de ato de campanha e promoção da candidatura de reeleição. O relato é ilustrado com imagens do pouso e da recepção de apoiadores, publicadas no perfil do Instagram da vereadora por Mata Grande, Laís Brandão, que disputa uma vaga de deputada estadual.

“Fica evidente quando da análise dos vídeos ora anexados, bem como das imagens reproduzidas, extraídas do perfil pessoal da representada Laís Brandão mantido na rede social Instagram, nas quais se pode constatar a existência de bandeiras, adesivos, bonés e outros materiais contendo as imagens de então pré-candidatos, inclusive com jingles e slogans de campanha”, diz um trecho da representação.

A coligação de Rodrigo Cunha, apoiada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), e que tem como vice a deputada estadual Jó Pereira (PSDB) conclui que a viagem de Paulo Dantas a Mata Grande, em helicóptero da Administração Pública Estadual, desequilibra as forças na corrida eleitoral.

“É que restou sobejamente demonstrado o uso, em benefício dos candidatos representados, de bem móvel pertencente à administração direta do Estado de Alagoas, circunstância apta a provocar indevido desequilíbrio no certame, notadamente por meio da desigualdade de oportunidade entre os candidatos”, diz a peça de acusação.

Os alvos da ação também serão notificados pelo TREa apresentar defesa e o Ministério Público Eleitoral a emitir parecer sobre o caso.

Reportar Erro