Mais Lidas

Mar de cultura

Pinto da Madrugada vai celebrar 21 anos com milhares de foliões na orla de Maceió

Bloco faz a maior prévia carnavalesca do Nordeste e promete reunir 200 mil foliões

acessibilidade:

Maior bloco de pré-carnaval do Nordeste e um dos maiores do País, o Pinto da Madrugada promete arrastar 200 mil foliões na orla das praias de Pajuçara e Ponta Verde, a partir das 9h deste sábado (15) em que celebra seus 21 anos de história no carnaval de Maceió (AL). Serão 15 orquestras de frevo vindas de todos os cantos estado de Alagoas, além de carros alegóricos, seu mascote Pintinho, ala de estandartes antigos, alegorias, fantasias, passistas e os clarins do Galo da Madrugada.

As principais manifestações culturais alagoanas estarão evidenciadas em todo o desfile deste ano, que tem como tema “Alagoas, um mar de cultura”.

“Um dos grandes diferenciais do Pinto é contar com foliões de todas as idades. Famílias inteiras se encontram na avenida, em um sentimento de paz e brincadeira, sem brigas, sem violência. É um dos blocos mais bonito do País, que leva o nome de Alagoas para todo Brasil”, destacou Hermann Braga, diretor do Pinto da Madrugada.

O Pinto da Madrugada é patrimônio imaterial do Estado de Alagoas. E, além de turistas, o bloco atrai famílias inteiras de Alagoas, que esperam o ano inteiro pelo festejo, preparando fantasias e organizando miniblocos, animados por orquestras.

O festejo é inspirado no Galo da Madrugada do Recife (PE) e na ligação histórica do estado que já fez parte da capitania de Pernambuco. E ainda consolidou a tradição do desfile de outros blocos, que saem depois da passagem do Pinto, como o Bloco do Rei e a Turma da Rolinha, puxados por trios elétricos, que se integram ao mar de foliões diante dos cartões postais da capital alagoana. O bloco Pecinhas de Maceió, fundado há 35 anos, também desfila anualmente, na tarde após a passagem do Pinto.

Novidade neste ano no Pinto será a ala Rasgando Couro Rock Maracatu, que desfilará em carro com mais de 45 músicos tocando muito rock, forró e maracatu, sob o comando da cantora alagoana Fernanda Guimarães e da atriz, cantora, compositora, e multi-instrumentista Lucy Alves.

As prévias carnavalescas em Maceió iniciam hoje (14), com mais de 100 blocos no Jaraguá Folia, e se estendem até domingo (16), quando desfilam o frevo do tradicional Vulcão, ao lado da Turma da Esquina, do Seu Porteiro & Dona Zeladora e dezenas de outros blocos de rua.

Bloco Pinto da Madrugada arrasta famílias pela Orla de Maceió e aquece a economia. Foto: Divulgação/Pinto da Madrugada

Impacto na economia

O diretor do Pinto da Madrugada, Hermann Braga, ressalta a importância do dia do Pinto da Madrugada para a economia do estado, com base em estudo mostrou que dos R$ 148 milhões que as prévias carnavalescas de Maceió movimentaram em 2019, 80,4% ou R$ 119 milhões foram diretamente ligados ao Pinto da Madrugada.

Os dados são da pesquisa do Observatório da Economia Criativa e da Economia do Turismo do Estado de Alagoas (OBECT), coordenada pelo professor doutor Elder P. Maia Alves. E ressaltam que esse montante representa cerca de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) do município de Maceió em valores atualizados.

“A economia criativa é uma realidade em nosso Estado e o Pinto da Madrugada é um propulsor desse movimento. Precisamos, junto com o poder público, valorizar e fortalecer isso. O bloco Pinto da Madrugada é de todos os alagoanos”, afirma Braga.

A saída do Pinto da Madrugada será em frente ao Hotel Enseada, na Pajuçara, e a dispersão será perto ao antigo Alagoinha, na orla de Ponta Verde.