Incentivo ao ensino

JHC amplia passe livre para alunos da região metropolitana de Maceió

Prefeito sancionou lei que beneficia maceioenses que estudam em cidades vizinhas, com 44 passagens mensais

acessibilidade:
Estudantes celebram com prefeito JHC a ampliação do passe livre estudantil para quem mora na Região Metropolitana de Maceió. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

Pioneiro na instituição de passe livre estudantil no transporte público da capital alagoana, em 2021, o prefeito João Henrique Caldas, o “JHC” (PL), sancionou Lei de sua autoria que garante a ampliação do benefício para alunos que estudam em cidades da Região Metropolitana de Maceió. A medida está publicada no Diário Oficial.

Terá acesso a 44 passagens mensais quem residir em Maceió e estiver matriculado nos ensinos técnico e superior de instituições públicas e privadas situadas na Região Metropolitana.

Os beneficiados são alunos de unidades do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) em Satuba, Rio Largo e Marechal Deodoro; bem como de outras instituições que não estão na capital alagoana.

O acesso ao Passe Livre exigirá que os estudantes precisam estejam em dia com o recadastro do sistema Vamu, atualizando o bilhete no ano de 2022. Eles ainda devem comparecer à sede do Vamu, no Centro; na Divisão de Cadastros, na sede da SMTT, ou nos terminais de passageiros da Colina dos Eucaliptos e do Benedito Bentes, mediante agendamento obrigatório pelo site para efetuar a ativação do Passe Livre Estudantil. O atendimento é mediante agendamento.

Não será cobrada nenhuma taxa adicional para quem estiver em dia com o recadastro do Vamu, para converter o bilhete já utilizado para o Passe Livre Estudantil. O benefício estará disponível e poderá ser utilizado em até 24 horas da ativação. (Com informações da Secom Maceió)