Mais Lidas

Fantasma do atraso

Alagoas não pode pagar o que grevistas da polícia exigem, diz Renan Filho

Renan Filho lembra que há 11 estados com salários atrasados

acessibilidade:

Ao comentar a greve na Polícia Civil, o governador Renan Filho (PMDB), lembrou nesta segunda-feira (2) que Alagoas não está entre os onze Estados que neste momento estão com o pagamento de salários atrasados, em razão da grave crise que acomete o País. Ele fez a declaração ao reafirmar a impossibilidade de atender as reivindicações dos grevistas.

Ele disse que considera a greve “legítima”, mas o Estado não pode pagar. “Não há razoabilidade, mas respeitamos este direito. Peço, porém, que a greve não venha a atrapalhar o andamento da economia", firmou Renan Filho.

"Pode haver uma mudança no cenário econômico de forma radical. Se tomarmos uma decisão equivocada, teremos atraso em salário, retrocesso em políticas públicas e o não pagamento a fornecedores.

Ele anunciou ainda que pretende convocar em breve a reserva técnica da Polícia Civil, assim como a da Perícia Oficial, além de levar o Instituto de Criminalística (IC) para Arapiraca, além de construir um Centro Integrado de Segurança Pública e avançar na instalação de novas Casas de Custódia.