Mais Lidas

Resultado pífio

Militares mobilizam mil homens no Rio e prendem apenas 16 bandidos

Metade das prisões ocorreu no cumprimento de mandados judiciais

acessibilidade:
Nesta sexta, um tiroteio provocou a paralisação do bondinho do Pão de Açúcar, um dos principais cartões postais brasileiros. Foto: Fernando Frazão/ABr

O Comando Conjunto das Forças Armadas mobilizou mais de mil homens, mas efetuou apenas 16 prisões neste Sábado (9) em quatro favelas da zona sul do Rio de Janeiro. Oito pessoas foram presas em flagrante e outras oito tinham mandados de prisão em aberto.

Na tarde de sexta (8) houve um intenso tiroteio que provocou a interrupção da operação do bondinho do Pão de Açúcar, uma das principais atrações turísticas da capital, cobrindo de vergonha os cariocas e os brasileiros com a situação de dezenas de turistas que ficaram retidos no alto do morro. O confronto teve início quando estava em curso uma operação pela mata e os policiais se depararam com um grupo de homens armados. Um soldado foi ferido e um criminoso foi preso.

As ações deste sábado ocorrem na Rocinha, Vidigal, Chácara do Céu e Parque da Cidade e são supervisionadas pelo general Braga Netto, interventor na segurança pública no Rio de Janeiro. Cerca de 120 mil pessoas moram nas áreas abrangidas. Mais de mil agentes foram mobilizados. Há também emprego de veículos blindados, helicópteros e equipamentos pesados de engenharia.

O trabalho envolve cerco, estabilização dinâmica da área e remoção de barricadas erguidas pelo tráfico. Revistas seletivas de pessoas e veículos também são realizadas. Munição e drogas também foram apreendidas. Por outro lado, nenhum armamento foi encontrado até o momento. Segundo informação da Polícia Militar, foi detido um homem acusado de matar um policial em 2012. O Comando Conjunto informou que um dos presos ficou ferido durante troca de tiros.