31 de março

Bolsonaro já começa a comemorar aniversário do golpe

Bolsonaro usou a internet também para reclamar que foi "boicotado pela esquerda"

Bolsonaro já começa a comemorar aniversário do golpe

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) já começou a comemorar os 50 anos do golpe que instalou a Ditadura Militar no Brasil. Ele contratou um avião, no Rio de Janeiro, para levantar uma faixa com os dizeres: “Parabéns militares. 31/Março/64. Graças a vocês, o Brasil não é Cuba”. Amanhã, ele promete alfinetar a presidenta Dilma Rousseff, chamando-a de “Fidel Castro de saia” com auxílio da mesma aeronave.

A postagem em seu Facebook oficial surpreende pelo número de compartilhamentos, de curtidas e comentários exaltando a postura do parlamentar, conhecido por causar polêmica e alvoroço sempre que fala em Direitos Humanos. Alguns chegam a pedir que ele seja candidato a presidente da República nas eleições 2014, prometendo seu voto e campanha para que vença o pleito. “Bolsonario presidente, esse merece”, disse um usuário. “Graças a Deus, que volte o militarismo e seja expulsos os vagabundos…”, completa outro.

Bolsonaro usou a internet também para reclamar que foi “boicotado pela esquerda”, que não permitiu uma homenagem ao aniversário do golpe. “Ainda asssim, participarei dia 1º de abril, terça-feira, às 9h30, de sessão solene na Câmara dos Deputados, para agradecer as Forças Armadas que salvaram o Brasil do comunismo”, promete.

Redação
Redação
| Atualizado