As legítimas

As legítimas

Boêmio, o deputado federal Raimundo Asfora não perdia uma balada em Campina Grande, seu reduto. Nas festas de fim de ano, fazia de tudo para agradar a todos. Na entrada de uma festa de réveillon, em um clube da cidade, ele interferiu quando observou que três mulheres, famosas pela vida fácil no sertão paraibano, tentavam entrar, em vão. “O senhor entra, mas elas, não”, sentenciou o leão de chácara, “são suspeitas”. O deputado reagiu indignado. “São, não, meu amigo. Elas são raparigas de verdade… As suspeitas estão aí dentro”.

Redação
Redação
| Atualizado