Susto

Armado com besta e facão, professor invade Secretaria de Educação do DF

Homem foi detido pela Polícia Militar antes de ferir algum funcionário da pasta

Armado com besta e facão, professor invade Secretaria de Educação do DF

Professor entra armado na sede da Secretaria de Educação. Foto: Reprodução

Um professor de música de 53 anos invadiu nesta sexta (15) a sede da Secretaria de Educação do Distrito Federal armado com um facão e uma besta, uma espécie de arco. O homem portava ainda dardos.

O invasor teria chegado até o 12º andar do prédio, onde fica o gabinete do secretário de Educação da capital, Rafael Parente. No entanto, o homem foi detido antes de ferir alguém. Os seguranças do local chamaram a Polícia Militar, que levou o homem até a 5ª Delegacia de Polícia, onde está detido.

O professor teria afirmado querer encontrar o secretário para depois cometer suicídio. De acordo com a secretaria, o homem é professor violino erudito da Escola de Música de Brasília.

“É fato que um homem entrou armado na SEDE I agora. Ele já foi preso e não conseguiu agir”, afirmou Rafael Parente em sua conta no Twitter. “Também é fato que estamos registrando alguns casos de ameaças de alunos. A Secretaria de Segurança e toda a inteligência do GDF já estão em ação, dentro de algumas escolas e à paisana.”

Governador em exercício, já que Ibaneis Rocha está em viagem, o vice-governador Paco Britto informou que já foi determinado o afastamento do professor e a abertura de PAD — Procedimento Disciplinar — contra o docente.

Confira a nota da Secretaria de Educação:

“A Secretaria de Estado de Educação do DF informa que um professor, armado com uma faca e uma besta com cinco setas, entrou na Sede I do órgão, no Ed. Phenínia, Setor Bancário Norte, no final da manhã desta sexta-feira (15). Ele subiu até a assessoria do gabinete, no 12º andar. Funcionários perceberam o cabo da besta para fora da mochila que ele carregava e acionaram a Polícia Militar. Dois policias chegaram rapidamente e o renderam. O professor não chegou a utilizar as armas. A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Polícia.”

Iana Caramori
Iana Caramori
| Atualizado