Novo governo

Amigos tentam ‘saída honrosa’ para Magno Malta, bolsonarista de primeira hora

Ele ainda tem esperanças, mas Bolsonaro não lhe prometeu nada

Amigos tentam ‘saída honrosa’ para Magno Malta, bolsonarista de primeira hora

Senador Magno Malta (PR-ES) é antigo apoiador de Bolsonaro. Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Amigos e aliados tentam uma “saída honrosa” para o senador Magno Malta (PR-ES), que não foi reeleito e ainda aguarda convite para o ministério de Jair Bolsonaro, cuja candidatura ele apoiou solitariamente no Senado desde o primeiro momento. O senador capixaba adoraria ser embaixador do Brasil em Israel, mas o presidente está decidido a enviar diplomata de carreira comprometido com a nova política externa. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Se não for possível acomodar Magno Malta no comando de ministério, ele poderá ser convidado a presidir a estatal de Comunicação EBC.

Magno era “pule de dez” para o primeiro escalão, cotado para eventual Ministério da Família, afinal descartado. Mas ainda tem esperança.

Magno Malta foi “fritado” pelo entorno de Bolsonaro, enciumado com sua proximidade. Teve até dossiê da área militar contra o senador.

O senador capixaba apoia Bolsonaro desde 2011. Mas o presidente eleito já explicou que não assumiu compromisso “com ninguém”.

Redação
Redação
| Atualizado