Publicidade
João da Cruz Teixeira de Carvalho
Brasília / DF
Resposta
Para o senador Alvaro Dias (PSDB-PR): "o governo, com sua maioria esmagadora no Congresso, já demonstrou, inúmeras vezes, não apoiar as Comissões Parlamentares de Inquérito, que são um instrumento fundamental no papel fiscalizador do Parlamento. Mas quando a base aliada não consegue impedir e uma CPI é instalada, o governo do PT desrespeita as minorias. Nos últimos anos, a tradição de que o comando de uma comissão deve ser dividido entre governo e oposição não tem sido respeitada. A maioria governista indica a presidência e a relatoria na tentativa de dominar, de forma absoluta, os trabalhos da comissão. Apesar disso, nós da oposição, temos obtido sucesso nas investigações paralelas. Na CPI do Cachoeira, por exemplo, apesar do relatório oficial chapa-branca, a oposição encaminhou ao Ministério Público vários cruzamentos de dados evidenciando os desvios de recursos na construtora Delta. Prova disso foi a Operação Saqueador da Polícia Federal que chegou ao mesmo resultado graças ao material enviado pela CPI, segundo o delegado responsável pela investigação. Portanto, mesmo com a maioria governista, nós da oposição fazemos a nossa parte".
João Fernandes de Oliveira
Nova Xavantina (como eu gostaria que se tirasse o Nova) / MT
Resposta
Erasmo Moraes Oliveira
Brasília / DF
Resposta
O cientista político Paulo Kramer aprensentou reflexão sobre o assunto:

A meu ver, esse descompasso entre ideais e realidade vai perdurar enquanto nossos políticos, intelectuais e tomadores de decisões/formadores de opinião em geral continuarem acreditando que basta mudar as leis no papel para automaticamente transformar as estruturas e crenças profunda e longamente arraigadas.

Na minha opinião, esse panorama evoluirá, mas muito, muito devagar. Algumas inovações recentes apontam para esse caminho. Exemplo: as manifestações de junho último, que pegaram governantes, oposicionistas e analistas políticos todos de  surpresa, decorreram, parcialmente, do número inédito de pessoas na nossa economia que hoje trabalham com carteira assinada: ao receber seus contracheques ao final de cada mês, esses cidadãos e cidadãs começam a perceber quanto o governo lhes subtrai (tributos) e como lhes retribui pouco e mal na forma de serviços públicos deficientes.
Penso, também, que a educação de boa qualidade, aí incluída a ação educativa dos meios de informação e comunicação, pode dar um impulso considerável à conscientização do cidadão, ajudando-o a parar de pensar e agir como simples e indefeso súdito dos poderosos da hora.
joão oliveeira
natal / RN
Resposta
O especialista em Políticas Públicas de Educação da Universidade Brasília (UnB), Célio da Cunha, acredita que enfrentamos o desafio de proporcionar educação de qualidade aos brasileiros, já que quase 100% das crianças estão nas escolas. Para Cunha, o Plano Nacional de Educação (PNE) trará uma nova perspectiva para o ensino público, com a destinação de 75% dos royalties do petróleo para a área.
joaquim guimarães
serra / 0
Resposta
Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o governo irá baixar um decreto, em data a ser marcada, para permitir a migração das rádios AM ao serviço de FM. Ainda segundo o ministro, o ministério e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) irão administrar a migração para acomodar todas as emissoras.
Ronaldo de Oliveira
Rio de Janeiro / RJ
Resposta
De acordo com informação publicada no site da  Agência Brasileira de Inteligência (Abin), a contra-inteligência consiste em adotar medidas que protejam os assuntos sigilosos relevantes para o Estado e a sociedade e que neutralizem ações de Inteligência executadas em benefício de interesses estrangeiros.
Francisco Oliveira
São Gonçalo / RJ
Resposta
A assessoria do deputado Anthony Garotinho informou que o parlamentar está colhendo assinaturas para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Lotéricas. Ainda segundo a assessoria, até o momento foram colhidas 109 assinaturas e são necessárias 171 para a abertura.

 
MARCIA DAMASCENO BARBOSA MACEDO
SALVADOR / BA
Resposta
De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), somente é permitido o transporte de passageiros em pé nas linhas de características semiurbanas, e nos casos de prestação de socorro, nos termos do art. 41, do Decreto nº. 2521/98.
Salvador Sotero
são Paulo / SP
Resposta
O Conselho Federal de Medicina apresentou a seguinte resposta:

"Não há intervenção. O registro dos médicos estrangeiros é restrito ao trabalho no programa Mais Médicos e será feito pelo Ministério da Saúde, que encaminhará aos Conselhos de Medicina a relação dos mesmos, com respectivos locais de trabalho e nome dos tutores e supervisores. Os CRMs continuarão fiscalizando e julgando esses médicos, no caso de denúncia."
RICARDO LUIZ ROCHA CUBAS
BRASILIA / DF
Resposta
O cientista político Paulo Kramer apresentou a seguinte reflexão sobre a questão:

Porque a maioria das pessoas -- com a provável exceção dos intelectuais, que geralmente se arvoram a receitar soluções para quaisquer problemas da humanidade!... -- sente-se mais segura examinando questões específicas, ligadas a problemas que elas conhecem por experiência cotidiana própria: a escola  pública fisicamente detonada, onde faltam professores um dia sim, o outro também, é a mesma em que os filhos delas estudam; o hospital em que muitos morrem antes de receber qualquer atendimento etc, etc, etc.

Para esses mesmos cidadãos, coisas como governo, Estado e assim por diante são pouco mais que abstrações, distantes anos-luz de sua experiência diária. É possível, então, que se sintam pouco à vontade para pronunciar um julgamento mais crítico, cabal, peremptório.

Acrescente-se a isso uma particularidade da nossa cultura política luso-brasileira: ao contrário dos anglo-americanos que, tradicionalmente, veem o governo com desconfiança, sentem desprezo por quem depende de suas benesses etc, nós tendemos a amar o governo, a venerá-lo como a um paizão, dele sempre esperando algum favor, concessão, emprego ou benefício. Isso, a meu ver, reforça um viés cultural governista.
TWITTER
@colunach

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados