Um candidato irascível

De novo, Ciro se irrita e sai sob vaias de congresso de prefeitos mineiros

Ele não gosta de perguntas dos prefeitos e abandona evento

De novo, Ciro se irrita e sai sob vaias de congresso de prefeitos mineiros

Ciro Gomes diz que os eleitores logo saberão que Lula está inelegível e ficarão decepcionados. (Foto: Ramon Bitencourt/O Tempo/Folhapress)

O pré-candidato a presidente Ciro Gomes voltou a perder as estribeiras e saiu vaiado do 35º Congresso da Associação Mineira de Municípios, após abandonar o evento por não concordar com o formato das palestras, por se sentir incomodado com as perguntas e após bater boca com os prefeitos presentes. Foi embora sob vaias.
​Quando abandonava o palco, Ciro ouviu gritos de “babaca” e, à saída, ainda acusou os prefeitos presentes de serem “a turma do Bolsonaro”.
Ao decidir ir embora, o pré-candidato presidencial do PDT afirmou:
“Escuta, senão eu me retiro. Eu não sou demagogo​. ​Eu quero governar o Brasil para restaurar a autoridade dessa baderna que está acontecendo no nosso país. Quero consertar o Brasil restaurando a autoridade”. Nem sequer usou os cinco minutos para as considerações finais. Acrescentou apenas “Muito obrigado a todos”.

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
| Atualizado