14 de Março de 2017
Além de um jantar com Michel Temer, já confirmado pelo presidente, Marcelo Odebrecht também jantou e almoçou várias vezes com Lula e Dilma. Com a ex-presidente, Marcelo jantou e almoçou, a sós, ao menos três vezes no Palácio da Alvorada, sendo duas vezes no ano eleitoral de 2014 e uma vez em 2015, antes da prisão dele. A Lava Jato deve tentar estabelecer conexão entre as datas dos encontros com licitações fraudadas e a assinatura de contratos superfaturados.
Odebrecht se reuniu com Lula mesmo quando ele já era ex-presidente. E o recebeu para jantar em sua casa, em 28 de maio de 2012.
A PF achou trancado num cofre de Odebrecht um HD citando o jantar com Lula. Se fosse jantar inocente, não teria por que tentar escondê-lo.
Sindicalistas sócios da gráfica Atitude, acusada de intermediar propina para o PT, foram ao jantar do trem pagador que Odebrecht deu a Lula.
A dupla Odebrecht-Lula foi alvo na operação Erga Omnes, 14ª fase da Lava Jato, sobre financiamentos bilionários do BNDES no exterior.
Publicidade
Levantamento do Paraná Pesquisa a pedido do portal Diário do Poder mostra que se a eleição para senador fosse hoje, em Alagoas, as duas vagas ficariam com Ronaldo Lessa (PDT), que lidera com 35,3% das intenções de voto, e Teotônio Vilela Filho (PSDB), com 27,8%. O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, ficaria em 3º lugar, com 25,1%. Foram ouvidos 1500 eleitores em 46 municípios entre os dias 5 e 9.
Detalhe importante: Ronaldo Lessa lidera como primeira opção de voto para o Senado e Teotônio Vilela lidera como segunda opção.
Também são fortes em Alagoas o senador Benedito de Lira (PP) e os ministros Maurício Quintela (Transportes) e Marx Beltrão (Turismo).
Maurício Quintela (PR) soma 18% das intenções de voto para senador, contra 17,8% de Benedito de Lira (PP) e 16% de Marx Beltrão.
Deputado estadual de SP, Eduardo Suplicy (PT) recebe, por mês, quase R$ 33 mil a título de aposentadoria pelo tempo que passou como senador. O ex-presidente José Sarney recebe mais de R$ 29 mil.
É de R$17,5 mil mensais a aposentadoria de ex-deputado José Genoino (SP), ex-presidente do PT condenado por corrupção no mensalão. Ele renunciou ao mandato em 2013 para não ser cassado.
O ex-presidente Lula escapou das mãos do juiz Vallisney de Souza, aquele que foi xingado de “juizeco” por Renan Calheiros. O juiz está de férias. O interrogatório será feito pelo juiz substituto Ricardo Leite.
O presidente da OAB, Claudio Lamachia, celebrou a liminar do juiz da 22ª Vara Cível de São Paulo, proibindo a cobrança de bagagens em viagens aéreas, mas quer a resolução da Anac cancelada em definitivo.
A convite do presidente Michel Temer, Mariano Rajoy, presidente do governo (é assim que chamam por lá o primeiro-ministro) da Espanha, fará visita oficial ao Brasil nos dias 24 e 25 ao Brasil.
O governo espera faturar R$ 3 bilhões pela concessão dos aeroportos de Florianópolis, Salvador, Porto Alegre e Fortaleza. Ninharia perto dos R$ 24,5 bilhões arrecadados com Brasília, Guarulhos e Campinas.
Uma pesquisa da Deloitte mostrou que as doenças cardíacas custam, em média, R$ 56 bilhões para o Brasil anualmente. Em 2015, a insuficiência cardíaca vitimou três milhões de brasileiros.
Levantamento desta coluna revelou que o contribuinte banca 1.462 deputados federais, entre suplentes e aposentados. Desses, só não recebem auxílios 963, apesar de todos receberem pagamento mensal.
... o goleiro Bruno saiu da cadeia e mostrou que é mais fácil sair do desemprego após ser preso por sequestro, tortura, homicídio etc etc.
Publicidade
busca
colunas anteriores

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados