Publicidade
11 de Janeiro de 2017
Após comandar o maior escândalo de corrupção da História, o PT articula acordo para apoiar a reeleição de Rodrigo Maia para presidente da Câmara. A exigência do partido é controlar a primeira-secretaria, que administra o orçamento de R$ 5,2 bilhões. Os petistas estão fora da Mesa Diretora desde 2015, quando Dilma deu ouvidos ao então ministro Aloizio Mercadante e fez o PT enfrentar Eduardo Cunha.
A primeira-secretaria tem poder: cuida do Orçamento da Câmara, da nomeação dos servidores comissionados, da posse de diretores etc.
Com a eleição de Eduardo Cunha, o PT ficou pela primeira vez de fora da Mesa Diretora, desde 2003.
O PT também não conseguiu comandar uma só comissão permanente da Câmara, cujos cargos fazem falta à militância hoje desempregada.
O gabinete do primeiro-secretário da Câmara acomoda 17 cargos de até R$17 mil mensais, e ainda pode nomear dezenas de outros.
Publicidade
Parece que finalmente caiu a ficha: o Palácio do Planalto “desconfia”, aliás tardiamente, que o governo Michel Temer tem sido sabotado pelos petistas que continuam exercendo cargos de confiança na administração federal. Havia a suspeita, mas a certeza certamente começa a se consolidar depois do vazamento de todas as senhas que permitem publicar fotos e informações em redes sociais do Planalto.
Políticos que apoiam o presidente Michel Temer estão cansados de advertir sobre riscos da permanência de petistas no governo.
Quando é confrontado sobre o excesso de petistas no governo, Michel Temer sempre alega que sua orientação é evitar a “caça às bruxas”.
Segundo estimativas de deputados do próprio PT, cinco mil petistas continuam ocupando cargos comissionados no governo Temer.
Fez bem o presidente Michel Temer ao comparecer no velório de Mário Soares, também muito admirado por brasileiros que vivem em Portugal. É um gesto que restabelece a prioridade nas relações bilaterais.
Quando o atual presidente Marcelo Rebelo de Sousa foi empossado, Dilma nem sequer telefonou para cumprimentar, tampouco designou representante. FHC estava por lá e acabou representando o Brasil.
Em 9º lugar, a TAM (atual Latam) está entre as dez melhores empresas aéreas do mundo, segundo site FlightStats. Parece piada. A Delta, ruim de dar dó, é a 8ª. A excelente Singapoore ficou em 7º e a Emirates nem é citada. Em 1º está a KLM e em 2º a sofrível Ibéria, espanhola.
O diretor da Divisão de Inteligência da Polícia Federal, Sandro Luciano Caron, ganhou um prêmio: será Adido Policial Federal na Embaixada do Brasil em Lisboa. Substituirá Cláudio Ferreira Gomes.
A mulher de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz, não tem mesmo “corpo fechado”. Fraturou o pé no ano passado, após tentativa desastrada de andar de skate. Agora, quebrou a perna em acidente com bicicleta.
Quatro consultores do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) jantavam no Ninny, uma cantina na Asa Norte. Pediram duas garrafas de bom vinho e proclamaram: “O Pnud paga!”.
A classe política não deve perder o foco, aprovando medidas urgentes para recuperar a economia. “Nosso País precisa sair do fundo do poço. Não podemos continuar desperdiçando tempo”, adverte o presidente da Federação das Indústrias de Alagoas, José Carlos Lyra de Andrade.
É intensa a disputa, no PMDB, pela vice-presidência da Câmara. O deputado José Priante (PA) faz campanha nos bastidores e mostra confiança. Já Lúcio Vieira Lima (BA) pede voto pelas redes sociais.
...ainda ocupando boquinhas no governo Temer, petistas não estão entre os 12 milhões de desempregados produzidos pelo governo desastroso de Dilma (PT).
Publicidade
busca
colunas anteriores

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados