Publicidade
Mais um Natal em nossas vidas

O mundo cristão celebra com alegria o nascimento de Jesus. O Natal nos traz momentos de paz, de recordação. Abraços, beijos, sorrisos e lágrimas que se misturam com a música, com o silêncio da madrugada, com a saudade de nossos entes queridos que já se foram e que conviveram conosco momentos de alegria. Particularmente, recordo sempre a minha infância lá no Parque Gonçalves Lêdo que foram momentos grandiosos da minha vida. Aquela cena do amanhecer me encantava no Dia de Natal ao acordar e olhar a cadeira ao lado da minha cama cheia de pequenas e inesquecíveis lembranças. Mais tarde, na fase da adolescência, eram as festas de rua onde a sociedade se encontrava para participar dos festejos da época como reisado, pastoril, a chegança e os bate-papos agradáveis com os amigos. A Praça do Centenário, a Praça Sinimbú e a Praça da Faculdade de Medicina, foram os pontos desses encontros que ficaram gravados na memória da turma dos anos 50. O Natal era esperado ansiosamente como uma festa realmente de grande confraternização. Hoje, inúmeros profissionais de nossa terra devem estar recordando como eu aqueles momentos de ouro de nossas vidas. O tempo foi passando, passando como uma nuvem de fumaça. 

Vivemos hoje tempos de conflitos, de 

velocidades. Velocidades nas ruas, no trabalho, nos relacionamentos e até nas preces. Fazemos tudo correndo. O tempo exige que seja assim. Entristece sabermos que os homens vivem sempre se conflitando, sempre em guerra. Cresce a convicção de que só uma cultura de paz pode garantir um futuro feliz para a humanidade. 

Mais um Natal em nossas vidas. Menino do Presépio, ajuda-nos a compreender as lições de vida que nos deste. Reensina-nos os valores sagrados que estamos perdendo no dia a dia: a simplicidade, a fraternidade, gestos de amor, o desempenho do trabalho ético e bem feito. Dê-nos a paz tão ansiosamente esperada. A vida atual tem muito de mar encapelado com ondas revoltas e ventos adversos. Daí, a geração atual de pais ter que envidar todos os esforços no sentido de criar os filhos dentro de um clima de harmonia, com a finalidade de tornar o mundo recheado de tranquilidade. É uma pena que neste Natal, infelizmente, ficamos entristecidos com as cenas que assistimos diariamente mostrando um mundo mais empobrecido pelo desamor, dividido pelo egoísmo, transfigurado pelo ódio e pela violência, até na terra onde nasceu Jesus. 

Que este Natal seja para você, meu caro leitor, um mensageiro de um novo amanhecer, porque traz, mesmo com as dúvidas e os mistérios, a grande mensagem da esperança enviada pelo Cristo. Vamos esperar que neste Natal as pessoas abandonem o ódio e as armas e abram os seus corações para o amor e a união. Vamos desejar que neste Natal os homens não se matem e as crianças não chorem por falta de pão. Vamos desejar que as famílias unidas celebrem a vida, para continuarem no ano de 2018 cheias de Deus e sempre felizes. 

Feliz Natal para todos os alagoanos.


Milton Hênio, médico, é membro das academias de Medicina e de Letrras e do IHGAL.

Publicidade
TWITTER
@colunach

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2018 - Todos os direitos reservados