Publicidade
Temer começou a ouvir Renan

Michel Temer diz que não se importa nem se incomoda com críticas de Renan Calheiros. Será? Conversa fiada. Tanto se preocupa e não dorme direito que recuou, publicamente, mandando refazer pontos importantes da “Reforma da Previdência”. Qual foi a voz forte, clara, dissidente, dentro do PMDB, que criticou e alertou o governo, mostrando que a tão sonhada “Reforma da Previdência” foi enfiada goela abaixo do Congresso e que não seria aprovada?  Bingo! Acertou quem disse, sem vacilar, Renan Calheiros.  É de bom tom que Michel Temer não venha com lorotas. Político experiente e rodado, Temer sabe que Renan Calheiros é do ramo. É preciso começar a ouvi-lo com a atenção que merece. Espera-se que Temer passe a ouvir conselheiros palacianos mais eficientes e confiáveis. Os que cercam o presidente da República estão mais para capachos do que para analistas preocupados com os destinos do País. Renan vai prosseguir cutucando o governo toda vez que julgar necessário. Como líder do PMDB no Senado, Renan não pode ficar alheio nem indiferente ao oceano de equívocos de Temer e áulicos.  Para os repórteres está provado que Renan Calheiros rende boas notícias. Renan não enche linguiça. Não faz marola. Tem muito o que dizer. Renan Calheiros é a própria notícia. Foi Renan, nas recentes críticas ao governo, quem salientou que sem debates a reforma da Previdência iria para o brejo. Temer sentiu o golpe e saiu da toca, anunciando mudanças no texto original. Bom recomeço. Assim, quem sabe, Calheiros não compare mais a gestão Temer com a seleção do Dunga.

 

Se fosse trabalharia melhor
Michel Temer retruca críticas de Renan Calheiros: "Não é Presidente da República". Mas se fosse trabalharia com mais energia, diálogo e competência. E saberia escolher melhores auxiliares.

 

Bravateiro e idiota Romário
O inexpressivo, inoperante, obscuro e medíocre senador Romário voltou a exercitar seus maus instintos. Em discurso vazio de argumentos e recheado de insultos, Romário atacou a CBF e o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero. Blindado pela imunidade parlamentar e enfeitiçado pelo rancor e pela covardia, o tosco Romário insiste em posar de paladino. Na verdade, Romário é um pobre diabo na condição temporária de   inútil parlamentar. Romário permanece indiferente e omisso diante dos graves problemas que afligem a população do Rio de Janeiro. Deve pensar (caramba, foi mal) que foi eleito pelo planeta Marte. Porém o carioca acordou do pesadelo. Percebeu que votou errado no destrambelhado "ex-peixe". Como ex-atleta e campeão do mundo, o bufão senador faria melhor e seria digno de elogios, se aplaudisse dois feitos do futebol brasileiro: a  classificação antecipada da Seleção para a Copa da Rússia, em 2018, e a volta da Seleção Penta Campeã ao topo do ranking da Fifa.

 

Anódino e venal Kfoury
Como de hábito, fantasiado de dono do monopólio da verdade, Juca Kfoury prossegue suplicando enfurecido contra a CBF. Lamurioso porque Tite aceitou ser técnico da Seleção. Não se conforma porque a CBF e o torcedor caminham unidos. São parceiros nas conquistas do futebol brasileiro.  Especialmente porque Tite foi sacada feliz de Marco Polo Del Nero ( "Tite faz bem à CBF?"- Esporte- Folha S-4/4)

 

Droga FHC
A Academia Brasileira de Letras, que se esmera em cultivar, apreciar e lançar boas obras literárias, abriu precedente duvidoso e perigoso: acolher a droga FHC para defender o uso de drogas.

 

A superintendente da SUFRAMA, Rebecca Garcia, teve audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, nessa segunda-feira (4), no gabinete do Ministério da Saúde, em Brasília. O objetivo é construir parceria para viabilizar recursos para o fortalecimento do programa Amazônia Conectada. O programa, promovido pelo Exército Brasileiro, tem o objetivo de levar conexão de Internet, via fibra óptica, para todos os municípios do Estado do Amazonas. De acordo com a superintendente, a implementação do Amazônia Conectada é positiva tanto para a SUFRAMA, no que tange à sua missão de gerar desenvolvimento regional, quanto para o Ministério da Saúde, que poderá ter avanços fundamentais na prestação de seus serviços no Estado a partir da Telemedicina.

 

Sábia defesa
Significativa e competente a defesa do senador Renan calheiros apresentada ao STF. O advogado Luis Henrique Machado define como "repugnante" o procurador-geral da república rotular o PMDB do senado como organização criminosa, a propósito de uma citação feita na denúncia de  

Janot, em dezembro. Luis Henrique salientou que os casos devem ser analisados individualmente. Assim, a seu ver, a decisão do Supremo no inquérito que tornou  réu o senador valdir Raupp não pode ser usado como base para outros. Para Luis Henrique é lamentável que a peça acusatória ao buscar a criminalização partidária, generalize a expressão "núcleo político", satanizando junto a sociedade parlamentares de uma agremiação  como se todos fossem larápios somente por serem investigados.  

 

Viva o Exército
Salve os 369 anos do Exército brasileiro!

 

Limongi é jornalista. Trabalhou no O Globo, TV Brasilia,  Última Hora de Brasilia, Confederação Nacional da Agricultura, Universidade de Brasilia, Suframa e Senado Federal. É sócio da ABI há 48 anos. Tem face e blog. É servidor aposentado do Senado Federal.

Publicidade
TWITTER
@colunach

 
Busca
Redes sociais
@diariodopoder
© 1998 - 2017 - Todos os direitos reservados